Prefeitura de Joinville realiza Dia do Esporte e Lazer Adaptado

Receita do dia | Arroz carreteiro fácil
30 de abril de 2019
Prefeitura de Joinville realiza obras de drenagem na região Sul
30 de abril de 2019

“Pra mim é uma felicidade lembrar o que eu passei e ver essas crianças também tendo este contato. Hoje eu sei que limitações são o que colocamos em nossa mente.” Este é o relato do atleta Mychael Teixeira Silva, que almeja ser um campeão mundial paralímpico.

Mychael foi reabilitado pelo Serviço Especializado em Reabilitação (SER), da Secretaria da Saúde, e atualmente atua no esporte paralímpico nacional. O atleta foi um dos participantes do II Dia do Esporte e Lazer Adaptado (II Dela), realizado nesta terça-feira (30).

Basquete sobre cadeira de rodas, vôlei, bocha e atletismo, além de jogos de mesa e brincadeiras, divertiram e movimentaram os participantes. No período vespertino, pacientes adultos participam das atividades, das 14h às 17h.

Para a coordenadora do SER, Cleide Hoffmann, o evento mostra para os pacientes as suas possibilidades, que podem ter práticas que são comuns às demais pessoas. “Mais do que falar, precisamos mostrar como é importante a prática do esporte”, destaca Cleide, que também frisou a importância de os participantes terem seus objetivos próprios e desenvolverem a sua autonomia. “Precisamos coloca-los como protagonistas da sua própria história”, completa. 

A coordenadora do Cepe e técnica paradesportiva da Sesporte, Ana Maria Teixeira, comemorou a parceria entre o Cepe e o SER. Segundo Ana, o II Dela é também um incentivo à qualidade de vida e ao conhecimento das possibilidades que cada paciente do SER tem em sua trajetória. 

“Um exemplo é o Mychael, que precisou passar pela reabilitação e conhecer a possibilidade de ser um atleta”, comenta Ana. Mychael tem paralisia cerebral, o que comprometeu seus movimentos no lado esquerdo do corpo. Após a reabilitação, o atleta paralímpico de apenas 15 anos se destacou no atletismo e hoje disputa campeonatos pela Seleção Catarinense Escolar Paralímpica. 

“Muitas vezes a família pensa que quem tem alguma deficiência não poderá fazer as atividades como todos. É necessário que entendam que precisamos adaptar as situações para que seja possível a eles”, explica Ana. 

O II Dela acontece na sede do SER, na avenida Alvino Hansen, número 1118, no bairro Adhemar Garcia, com o objetivo de promover a saúde, a prevenção de doenças e selecionar atletas em potencial. 

A programação é realizada com o acompanhamento dos educadores físicos do Cepe e dos servidores do SER. O evento faz parte do calendário anual da Secretaria da Saúde e ocorre em virtude do Dia da Atividade Física, celebrado no dia 6 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *