Prefeitura de Joinville abre inscrições para o Programa Famílias Acolhedoras

Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, aparece bem mais magro e fãs se espantam
7 de fevereiro de 2019
Receita do dia | Pão de banana
8 de fevereiro de 2019

Crianças e adolescentes com até 18 anos em situação de desemparo ou de abuso têm a chance de participar de um ambiente familiar por meio do Programa Famílias Acolhedoras, da Secretaria de Assistência Social. Para isso, são necessárias famílias dispostas a promover um núcleo familiar saudável, mesmo que provisoriamente.

Foto: Salmo Duarte

As inscrições para novos participantes estão abertas. Quem tiver interesse, e atender os critérios iniciais (ver abaixo), deve fazer contato pelos telefones (47) 3434.5718, (47) 3808.3744, ou pelo e-mail familiasacolhedoras@joinville.sc.gov.br. A capacitação inicial será promovida no dia 19 de fevereiro, das 9 às 11 horas, abordando os fundamentos do acolhimento familiar. Será na sede do programa, na rua Virgínia Ferreira Gomes, no 277, bairro Floresta.

A coordenadora dos Serviços de Acolhimento Familiar e Institucional, Mirele Aparecida Muniz Pereira, explica que, além das orientações iniciais, as famílias e os acolhidos têm acompanhamento durante o ano todo, em capacitações sistemáticas. “Temos uma equipe técnica prestando apoio constante e realizando visitas domiciliares”, explica. Segundo ela, é importante que a família tenha disponibilidade de tempo para cuidar, dar carinho, proteção e atenção a quem recebe.

A família que se inscrever pode indicar com qual perfil de idade do acolhido se encaixa melhor. Em média, o período de acolhimento vai de um a dois anos, mas o início e o fim do período são determinados por medida judicial. A família do programa recebe do município um subsídio de um salário mínimo e meio por acolhido. Atualmente, Joinville possui 21 crianças e adolescentes em acolhimento, em 16 famílias.

Critérios para ser uma família acolhedora

– É necessário ter acima de 21 anos.

– Ter residência fixa em Joinville, no mínimo há dois anos.

– Não apresentar interesse na adoção.

– Ter o consentimento de todos os membros da família para participar do projeto.

– Inscrever a família no serviço de acolhimento como Família Acolhedora.

– Ser considerada apta a acolher, após verificação realizada pela equipe do serviço.

– Apresentar disponibilidade para participar ativamente do serviço.

Objetivos do Programa Famílias Acolhedoras

– Promover o acolhimento familiar de crianças e adolescentes afastadas temporariamente de sua família de origem.

– Acolher e dispensar cuidados individualizados em ambiente familiar.

– Preservar vínculos com a família de origem, a não ser que exista alguma medida judicial contrária.

– Possibilitar a convivência comunitária e o acesso à rede de políticas públicas.

– Apoiar o retorno da criança e do adolescente à família de origem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *