Mulher é morta a golpes de canivete na Grande Florianópolis

Inhame: Conheça os principais benefícios
9 de outubro de 2018
Receita do dia | Empada de doce de leite condensado
10 de outubro de 2018

Uma mulher de 52 anos identificada como Maria Aparecida Pinho Fagundes foi morta a golpes de canivete na manhã desta segunda (8), em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis. O autor da agressão foi o ex-marido da vítima, Delcio Fagundes, de 67 anos, de quem ela estava separada há dois meses. Segundo a PM, Maria estava numa clínica de fisioterapia, situada na rua Rua Frei Fidêncio Feldmann, no Centro da Cidade, fazendo exercícios, quando o homem invadiu o prédio e passou a aplicar golpes na ex-mulher. Testemunhas que estavam no local ainda tentaram conter o agressor, sem sucesso.

Imagem/Divulgação

Delcio teve facilidade em entrar no local porque já havia sido paciente da clínica. Ele encontrou Maria deitada numa maca e conseguiu aplicar diversos golpes, quase todos nas costas.

Imagem/Divulgação

O homem ainda tentou fugir a pé, mas foi contido e preso por PMs, e levado à delegacia de Polícia. No final da tarde, ele foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Florianópolis.

Nas redes sociais, familiares e amigos de Maria comentaram que ela sofria violência doméstica já há bastante tempo. Eles estavam casados há 32 anos e tiveram cinco filhos.

– O céu está em festa, uma mulher guerreira, que sofreu uma vida inteira violência doméstica, medo, medo, medo a vida inteira, na época não podíamos fazer muito além de dar asilo, mais ela voltou várias vezes pra casa de minha mãe e no dia seguinte voltava pra casa. Viveu por muitos anos assim, até ele ficar doente (este verme) ela cuidou dele, ele até melhorou não batia mais nela, ela havia aprendido a se defender, até então tomar coragem de se separar, fazia apenas dois meses que ela havia saído de casa, deixou a casa pra não se incomodar, encontrou SIM alguém que estava finalmente lhe fazendo feliz, como merecido, mais infelizmente ele não se conformou com o divórcio, entrou covardemente na sala de fisioterapia aonde ela se encontrava deitada de costas e efetuou MUITAS facadas (no mínimo 10) foi atendida muito rápido por uma equipe maravilhosa que só tenho a agradecer Bombeiros de Santo Amaro, Gesa, toda equipe do Hospital são Francisco e ao SAMU avançada, fizeram tudo que foi possível, mais infelizmente ela veio a óbito. Ele foi preso em flagrante, não fugiu, não resistiu a prisão, estava fumando encostado no muro muito frio, quero que apodreça na cadeia esse desgraçado!!!! -, publicou uma pessoa da família.

*Fonte: Tudo sobre Floripa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *