Joinville vence o Concórdia e quebra marca que durava dois anos

Trânsito entorno da avenida Beira-Rio vai sofrer mudanças. Entenda:
31 de janeiro de 2020
Estão abertas as inscrições nos cursos da Escola Municipal de Ballet pra esse ano
6 de fevereiro de 2020
Luquinhas chegou ao terceiro gol na competição e é um dos artilheiros do catarinense ao lado de Thiago Alagoano do Brusque Foto: Yan Pedro / JEC

Debaixo de muita chuva o Joinville conseguiu importante vitória contra o Concórdia ontem, (02), na Arena Joinville pela quarta rodada do estadual. Com o resultado o JEC subiu da sétima para a sexta colocação e colou no pelotão de cima da tabela. Com o resultado o tricolor quebrou uma marca que durava quase dois anos. O clube não vencia três jogos seguidos em casa, desde o campeonato catarinense de 2018, onde conseguiu quatro vitórias consecutivas. Brusque por 2 a 1, Inter de Lages por 4 a 0, Hercílio Luz por 2 a 1 e Concórdia por 1 a 0. Atualmente o JEC soma três resultados positivos, uma vitória contra o figueirense na Copa Santa Catarina 2019, por 3 a 0, e vitória contra Tubarão por 1 a 0 e Concórdia de virada por 2 a 1. Ambas pelo campeonato catarinense deste ano. O Próximo duelo é o clássico do Norte do estado contra o Juventus, no próximo sábado às 16h, no estádio João Marcatto em Jaraguá do Sul.

O jogo

Jogando para quase dois mil torcedores, o JEC viu logo aos três minutos, o árbitro marcar pênalti de Charles em Tito, jogador do Concórdia, o mesmo cobrou e abriu o placar. A partir daí o Joinville tomou conta da partida, e o gol de empate não demorou a sair. Aos 24 minutos, em jogada iniciada com o lançamento de Lucas de Sá, encontrou Adriano na pequena área, o atacante finalizou e após rebote do goleiro Eder, a bola sobrou para Luquinhas, que teve apenas o trabalho de empurrar a bola pra rede de cabeça. O atacante é um dos artilheiros juntamente com Thiago Alagoano do Brusque, ambos com três gols. O JEC continuou com o ritmo forte e virou o placar aos 35 minutos, depois da cobrança de falta de Lucas de Sá a bola sobrou para Adriano, o jogador teve calma e decretou a virada e vitória tricolor na Arena. O JEC ainda teve um gol anulado pela arbitragem na segunda etapa.

 

Ficha técnica

Joinville: Ivan; Edson Ratinho, Charles, André Baumer (Edu Melo) e Gustavo; Braga, Trindade e Lucas de Sá (Romarinho); Luquinhas (Leandro Bulhões), Fernandinho e Adriano. Técnico: Fabinho Santos

Concórdia: Eder; Miguel (Wesley Jesus), Guilherme Café, Gabriel Peres e Calixto; Lucas Silva, Diego Felipe (Neném) e Jean Lucas, Léo Itaperuna (Weslley Barbosa), Moisés e Tito. Técnico: Celso Rodrigues

Gols: Tito para o Concórdia, aos 4 minutos do primeiro tempo, Luquinhas aos 24 e Adriano aos 35 para o Joinville, ambas na primeira etapa.


Texto: Israel Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *