Festival do Museu Nacional da Imigração celebra pluralidade cultural de Joinville

Prefeitura de Joinville realiza 1ª Caminhada Mexa-se Outubro Rosa
17 de outubro de 2018
Receita do dia | Hambúrguer de beterraba
18 de outubro de 2018

No próximo domingo, dia 21 de outubro, das 11 às 18 horas, a Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), vai realizar o Festival do Museu Nacional da Imigração e Colonização – MNIC, evento que visa promover a integração dos diferentes grupos coletivos e associações da cidade, com a comunidade em geral. 

Durante todo o dia, o público poderá conhecer mais sobre as culturas dos imigrantes italianos, haitianos, japoneses, árabes, senegaleses, franceses e alemães, participando de atividades que envolverão música, dança, teatro, cinema, artesanato e gastronomia. 

“O Festival do MNIC vai fazer a aproximação do museu e das suas atividades com o tema imigração. Será uma nova experiência para o público que poderá entender a imigração não como um fenômeno que aconteceu apenas no século XIX, com a vinda dos europeus, mas como um processo recorrente”, explica a coordenadora do Museu Nacional da Imigração e Colonização, Renata Cittadin. 

As atrações do festival acontecem nos jardins e no auditório do museu (rua Rio Branco, 229, Centro), bem como na extensão da rua Rio Branco, em frente ao MNIC. As atividades apresentadas foram propostas pelos próprios grupos e vão representar traços da cultura de cada etnia. 

Além da abrangência cultural, o Festival do MNIC é uma forma de aproximar o público do museu, enquanto ele passa por reformas. “O Museu Nacional da Imigração e Colonização é muito querido pelo público e pela cidade. Neste momento em que a atividade expositiva está suspensa por conta das obras, o festival é uma forma de o espaço estar aberto e partilhando essas vivências com a comunidade”, completa Renata. 

A entrada no Festival do MNIC e a participação nas atividades (oficinas, minicursos e sessões de curtas-metragens) são gratuitas. Na área de gastronomia, haverá comercialização de pratos típicos e na feira da cultura e arte negra, venda de artesanato e acessórios. Em caso de chuva, o evento poderá ser cancelado.  

APRESENTAÇÕES NO PALCO:

11h – Abertura – Poemas – Nerlie Michaud / 11h15 – Poemas e apresentação musical – Associação de Imigrantes Haitianos de Joinville / 11h40 – Poemas e apresentação musical – Movimento Negro Maria Laura / Fundação Padre Luiz Fachini

12h – Apresentação musical – Joinville Quartett / 12h45 – Apresentações Tai Chi Chuan, Tai Chi Espada e Tai-Chi Sabre – WuChi Escola de Tai Chi

13h30 – Peça teatral “Feu de magicriture em une saison de crise” – Aliança Francesa de Joinville

14h – Apresentação musical – Coral Ítalo-brasileiro do Circolo Italiano de Joinville / 14h30 – Apresentação Shyudaiko – Aliança Cultural Brasil-Japão de Joinville

15h – Apresentação musical – Bandoneonistas de Joinville / 15h30 – Apresentação de dança – Grupo Folclórico Germânico Oldenburg

16h – Apresentação de Maracatu / Baque Mulher Joinville / 16h30 – Poemas, apresentações de música e dança – Projeto Imigrante Cidadão – Católica de Santa Catarina / ADIPROS

17h15 – Apresentação de dança – K-POP – Kyanite e Crossing Hearthstone

18h – Cortejo – Afoxé Omilodê / Casa Vó Joaquina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *