Criminosos se escondem atrás de caixas de leite para furtar supermercado em Santa Catarina

Simaria, ficará longe dos shows até dezembro e acalma fãs: ‘Preciso zelar pela saúde’
2 de outubro de 2018
Receita do dia | Sanduíche de Pão de queijo
3 de outubro de 2018

Criminosos se esconderam atrás de caixas de leite de um supermercado de Joinville, no Norte de Santa Catarina, para furtarem o estabelecimento. Eles entraram se passando por clientes e esperaram o mercado fechar para cometerem o crime, que ocorreu no fim de semana. Nesta segunda-feira (1º), seis foram presos suspeitos de integrarem a quadrilha.

Ação filmada

As câmeras do circuito interno registraram o esquema. As mulheres escondem o rosto com máscaras de proteção, geralmente usadas por pacientes com baixa imunidade. Os homens usam bonés e óculos escuros. Elas se passam por clientes e abrem espaço entre as caixas de leite. Quando se afastam, os homens entram para se esconder.

Eles só saem quando o supermercado já está fechado. Pegam malas que estavam sendo vendidas no próprio mercado e começam a encher de produtos, principalmente celulares, e cortam grades para ter acesso aos aparelhos no depósito.

Quadrilha

A Polícia Civil disse que os bandidos foram rápidos em levar os produtos furtados para fora do estado. “Em conversas com o grupo, eles são muito especializados, eles falaram que, no mesmo dia, logo depois do crime, já veio outro integrante do grupo e levou todos os aparelhos eletrônicos pro estado do Rio de Janeiro”, afirmou o delegado Murillo Batalha.

A quadrilha é suspeita de furtar R$ 500 mil em produtos da rede de supermercados. Isso na soma de duas situações: a desse fim de semana e um caso de maio, numa unidade de Florianópolis.

A polícia tem informações de que a quadrilha agiu também em Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, e Jaraguá do Sul, no Norte.

Prisões

Nesta segunda, o homem que emprestou o carro e o apartamento em Joinville foi preso junto com os cinco suspeitos de participarem dos furtos.

“Eles estão sendo autuados em flagrante por associação criminosa e furto qualificado, mas eles também têm passagens por porte de arma de fogo, organização criminosa, furto e associação criminosa”, disse o delegado.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *