Arquivo Histórico apresenta “Pesquisa em Evidência” e traz memórias e curiosidades de Joinville

Inclusão e acessibilidade são prioridades do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência
23 de julho de 2019
Joinville é destaque com premiação em São Paulo
25 de julho de 2019

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Neste sábado (27), às 10 horas, o Arquivo Histórico de Joinville realiza mais uma edição do “Pesquisa em Evidência” e compartilha com o público produções intelectuais produzidas a partir de estudos realizados em seu acervo. No encontro, três pesquisadores apresentarão trabalhos que destacam diferentes momentos da história de Joinville e revelam situações inusitadas para os tempos atuais, mas peculiares às respectivas épocas.

Uma dessas obras é o “Jornal Retrô”, criado pelo jornalista Lúcio Mattos. No ar desde 2015, o site www.jornalretro.com traz 50 edições digitais que reproduzem notícias, artigos e anúncios publicados entre 1877 e 1945, em diferentes periódicos que circulavam em Joinville.

“Jornal Retrô” Edição 39

De acordo com Mattos, o projeto surgiu quando ele se deparou com histórias e curiosidades durante uma pesquisa que realizava no Arquivo Histórico. Algumas delas serão compartilhadas com o público durante o “Pesquisa em Evidência”.

“Vamos falar sobre a pesquisa, contar algumas histórias e mostrar quanta coisa está guardada no Arquivo Histórico. Um fato que pouca gente sabe, por exemplo, é que houve época em que, para ter um cachorro ou animais de montaria em Joinville era preciso pagar imposto. A arrecadação chegava a pagar a iluminação pública da cidade”, relata o pesquisador.

O segundo trabalho apresentado nesta edição do “Pesquisa em Evidência” é “História da Harmonia Lyra em paralelo com a da cidade de Joinville”, produzido pelo também jornalista Ricardo Wegrznovski.

Em sua pesquisa, o autor reuniu fotografias e documentos – especialmente atas escritas em alemão – que mostram a Sociedade Harmonia Lyra como local de efervescência e ponto de encontro de personalidades políticas e empresariais de Joinville.

Para Wegrznovski, a riqueza do acervo e o profissionalismo da equipe fazem do Arquivo Histórico de Joinville uma referência para toda a região Sul e para os imigrantes que ajudaram a escrever a história de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

“Conheci o Arquivo Histórico de Joinville quando fui pesquisar sobre a origem da minha família. Fiquei fascinado com as listas dos imigrantes que chegaram nas primeiras embarcações. É um órgão que precisamos nos orgulhar, cuidar, promover e aplaudir. O material que possui é fantástico e é impressionante a organização e o zelo que os funcionários têm com tudo”, afirma o pesquisador.

Completando a programação do “Pesquisa em Evidência” deste sábado, o historiador Júlio César Vieira apresenta “Os olhares da memória: percepções sobre Joinville a partir das fotografias do século XX”. Constituído a partir da pesquisa iconográfica de Joinville nos séculos XIX e XX, o estudo buscou elencar como os espaços foram sendo apropriados, revalidados e adaptados ao longo do tempo, especialmente fundamentados nos diferentes usos que tiveram e como refletiram a construção social do lazer, do transporte e das relações interpessoais presentes na cidade.

Patrocinado pela Prefeitura de Joinville, por meio do Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura (MMIC), o projeto teve a participação de estudantes de Ensino Médio, que ao analisar as fotografias puderam lançar novas problemáticas em relação aos espaços da cidade, comparando seus usos antigos e atuais. A atividade incluiu ainda aula de campo no Arquivo Histórico de Joinville, na qual puderam criar aproximações com as metodologias de resguardo documental.

Pesquisa em Evidência

O projeto “Pesquisa em Evidência” tem como objetivos promover discussões a respeito dos temas apresentados, propiciar a interação entre a comunidade e o pesquisador e, ainda, dar visibilidade ao acervo e ao trabalho institucional do Arquivo Histórico de Joinville, Unidade vinculada à Secretaria de Cultura e Turismo (SECULT).

O Arquivo Histórico de Joinville fica na avenida Hermann August Lepper, 650, Saguaçu. O evento “Pesquisa em Evidência” é gratuito e aberto ao público.


Informações: Wagner Baggio/Secom

Edição: Mariane Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *